Livros

“É uma estória de fantasia que foge dos clichês do gênero, que te leva a uma jornada de autoconhecimento, de redescobertas, de valorização das memórias, do que é amar e de sacrifícios. E dentro disso, ainda faz reflexões sobre sociedade, preocupação social e opressão, temas sempre relevantes, ainda mais atualmente. Tudo isso escrito com primor.” André Massoli

“É o tipo de trama que pede mais, que foge dos clichês mais óbvios, que, no fim, defende algo importante demais, em todos os tempos, mas principalmente no que vivemos: os multiversos proporcionados pela leitura nunca devem ser contidos, objetos de alguns poucos. O conhecimento, os livros, são livres, porque livres são as pessoas que os leem.” – Arthur Duarte

Atlas


Em um deserto impossível entre tempos e dimensões, companheiros de viagem improváveis se encontram. O homem-morcego carrega sozinho as dores de ter perdido seu mundo e de não poder compartilhar essa lembrança. A jovem sem memórias tem um livro em branco como única pista para seu passado. O rei mecânico sofre no exílio causado pelos demônios que comprou para se tornar mais poderoso.

Seguem e são seguidos por um cavalo sem nome e por uma criatura que aparece e reaparece, sempre com um desafio. Eles não sabem, mas todo o universo multiplanar está ameaçado. O primeiro passo para salvá-lo é enfrentar três dias de jornada em busca de respostas e lembranças, derrotando obstáculos invocados por três entidades misteriosas.

Quem você seria sem suas lembranças?

Anacrônicas


Neste livro, você vai encontrar histórias que falam de dragões, fadas, coelhos, anjos, demônios, sapos, duques, grifos, bruxas, sonhos e livros. Vai viajar para Avalon, para uma cidade-biblioteca, para a Borgonha medieval e, se encontrar o mapa certo, poderá conhecer a Terra das Fadas. Testemunhará histórias de amor, perda, vitória e mudanças.

Só tome cuidado para não ser enganado pelo coelho. Ou para que uma traça não devore seu caminho.

“A autora escreve com amor. Dá pra ver isso nas entrelinhas. A palavra para definir esta obra é: envolvente.” – Eduardo Spohr (sobre a 1a edição)

Microcontos de Fadas

Microcontos de Fadas é uma coleção de 20 contos bem curtinhos, que revisitam histórias bem conhecidas com um tempero novo. Todos os microcontos são ilustrados por Estevão Ribeiro. É um livro que se lê de uma sentada e com um sorriso nos lábios.

Consegue, com genialidade, reimaginar os contos de fadas clássicos, dando um toque pessoal de emancipação feminina e quebrando a necessidade de um “final feliz”. Portanto, se você precisa de uma leitura leve, quem sabe pra sair daquela ressaca literária, essa com certeza é a melhor escolha.” – Maria Neves

Fábulas Ferais

As histórias contadas neste livro falam sobre os habitantes de shangri-lá, cidade das feras e lar das bestas. Um lugar mágico e belo, mas que em seu horizonte está sempre a ameaça da guerra. Falam sobre Íbis, Maya, Lori e tantos outros que nos encantam com suas conquistas e perdas. Com uma escrita delicada, porém contundente, Ana Cristina nos leva para um universo incrível onde animais se unem, apesar das diferenças, para se proteger contra os humanos e suas tentativas de destruir Shangri-lá.

“Fábulas Ferais é um livro singelo, daqueles que dá um quentinho no coração. Como uma boa fábula deve ser, não poupa seus leitores das mazelas do mundo: aqui teremos mortes, sofrimento, exploração. Mas o modo de contar as coisas, as palavras escolhidas, criam aquela sensação de estar lendo um livro da infância.” – Fernanda Castro